Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 How nice it would be em Ter Out 16, 2012 12:43 pm



Lugar? Jardim
Quando? 1 de Setembro, 17h 15min
Tempo? Agradável
Status? Em andamento
Personagens? Kevin P. Evans e Andrew E. Turner

Ver perfil do usuário

2 Re: How nice it would be em Ter Out 16, 2012 12:50 pm









'Cause this is deja vu
i know the things that u do




Graças á deus, é sábado. Mesmo que eu seja obrigado a estudar nessa escola onde eu sou obrigado a ver meus irmãos e irmãs mesmo aos fins de semana, ainda é um começo. Ao menos, eu não preciso acordar cedo, e ter que encarar aquela gente feia logo de manhã. Afinal, ninguém merece começar o dia com um banco de mano feio te encarando. Puta que pariu, pra vocês verem o nível que minha vida chegou.

Nos fins de semana, eu nem tomo café. Já vou direto almoçar, já que sou normalmente o último do dormitório a acordar. Ou ao menos, é assim desde o primeiro ano. E pelo que percebi do ano até agora, não vão haver muitas mudanças.

Além de algumas pessoas novas – cujas uma boa porcentagem tem cara de cavalo, eu deveria ressaltar -, e algumas poucas novidades no castelo, anda mudou realmente. Eu continuo tendo que aguentar minha família gigante. Olha, minha mãe precisava de alguma coisa pra fazer. Afinal, pra fazer tanto filho, ela devia ser uma desocupada.

Brincadeirinha mamãe, isso é só uma piada. Pra vocês verem, como mesmo minha vida sendo uma bosta, eu não perco o bom-humor. Diferente daquele emo estranho do Alexander. Mas foda-se o Alexander, ele não tem nada a ver e eu fico citando ele como mal exemplo. Ta, todos sabem que ele é um puto, emo, feio, com um senso de humor terrível além de ser arrogante, mas eu acho que eu não preciso falar tão mal dele.

Pelo menos o puto não, mas o resto eu posso. Não estou mentindo, aliás. Depois de fazer toda a volta no pequeno laguinho, me encostei em uma árvore e deitei – afinal, não importa se eu dormi até ás 13h da tarde, tirar uma soneca a mais é sempre bem vindo!




some words for "kevin".


Thanks Anne Silva @ Ops


♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

andrew eliott turner

→ eliott turner ↔️ maknae ↔️ please, go fuck yourself ←
Ver perfil do usuário

3 Re: How nice it would be em Ter Out 16, 2012 1:29 pm







BEFORE THE DAWN

Quase mesma rotina de sempre nos sábados, acordo lá pelo meio dia, ou seja, na maioria das vezes eu nem tomo café da manhã, tenho que fica aguentando gente chata, falar com essas pessoas e muitas vezes inventar desculpas pra eu sair dali, não que eu seja anti-social, eu apenas... é que nos sábados digamos que eu gosto de ficar ou dormindo ou fazendo umas coisas lá meio aleatórias pra faze, e ai vem sempre alguém pra me interrompe e isso não é legal.

Como eu tava dizendo, meu dia foi muito calmo hoje, até veio uma ou duas sonserinas falar comigo e meu irmão, o Gabe, também, mas eu estava tão de bom-humor hoje que não me importei tanto com isso.

Resolvi dar uma volta pelo jardim, fiquei um tempo andando por lá vendo o sol se pôr. O Pôr-do-sol estava tão lindo. Não tinha muita gente lá, tinha apenas umas quatro garotas em um canto, alguns garotos “sentados” em um banco, umas pessoas andando e um garotinho dormindo em uma das arvores muito perto de onde eu caminhava. O dia estava muito perfeito, quando eu tropecei em uma pedra, cai em alguma coisa e bati de cabeça numa árvore, mas não era uma coisa, era uma pessoa, pra ser mais específico, um garoto. Lá se vai meu dia perfeito...


Tagged: Andrew Words: 1111 Credits: Ali @ Ab


Ver perfil do usuário

4 Re: How nice it would be em Ter Out 16, 2012 1:47 pm









'Cause this is deja vu
i know the things that u do




Em apenas alguns segundos, eu já estava na terra dos sonhos. Tudo era feliz e extremamente falso. Vi um coelho, ele estava com um relógio. Estranhei, desde quando coelhos andam com uma porra de um relógio? E porque ele precisava saber as horas se o sonho era MEU e eu decidia que horas eram? Eu em, cada dia os coelhos ficam mais abusados.

Caminhei devagar até o coelho, hesitando em perguntar o que ele fazia com aquele relógio. Assim que me aproximei, ele se virou, e deu um pulo tão alto que eu quase o perdi de vista. O coelho saltou, deu um golpe de karatê, ou alguma dessas artes marciais cujas eu mando se foder.

E então, o grande coelho caiu dentro de um buraco escuro.

Sem querer admitir que estava preocupado com o coelho, caminhei devagar até o buraco e me ajoelhei ali na beiradinha. Chamei pelo coelho um par de vezes, e então, adivinha? Isso mesmo! Uma salva de palmas para mim, que caí na porra do buraco! Mas estava muito estranho, afinal. Eu caía em câmera lenta, e eu acho que isso não é normal. Além de que mais parecia que eu flutuava até o chão.

Foi então, que eu gritei o mais alto que pude. Fechei os olhos, e os abri de novo. Eu estava de vestido! DE VESTIDO PORRA. PQP.

Então, eu dei com a testa no chão.

Mesmo que tenha doído um bucado, foi uma boa distração – assim, parei de pensar um pouco no vestido em que eu usava. Quem resolveu por um vestido em mim? Sua pessoa cruel, miserável. CÚ.

Mesmo assim, segui pelo corredor – chegando a um lugar cheio de portas. Observei cada uma, com um olhar de desgraça. Como eu ia descobrir qual maldita porta dava para a saída? Ou melhor, qual maldita porta me dava uma roupa de garoto. Tentei uma, duas, três. Nada. Foi então, que eu vi que encima da mesa, tinha um pequeno frasco.

Abri o frasco, e bebi. Esperando que fosse uma poção que transformasse meu vestido em calças. E talvez esperando que ninguém tivesse mijado ali dentro, também. Por um momento, senti-me diminuir, e diminuir.

Puta que pariu! Eu to do tamanho de... sei lá, de alguma coisa muita pequena! Eu já estava me desesperando, quando vi uma porta, pequena, que nem eu. Corri até ela – tinha que ser a certa! Assim que eu abri, com felicidade transbordando pelos meus ouvidos de poder sair dali, senti alguma coisa ou alguém caindo encima de mim – e a ultima coisa que melembro foi de ter ido ao chão.

Abri meus olhos devagar, uma tanto tonto. Assim que vi um garoto desconhecido bem encima de mim, gritei, o mais alto possível, o chutando pro lado.




some words for "kevin".


Thanks Anne Silva @ Ops


♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

andrew eliott turner

→ eliott turner ↔️ maknae ↔️ please, go fuck yourself ←
Ver perfil do usuário

5 Re: How nice it would be em Ter Out 16, 2012 2:15 pm






BEFORE THE DAWN

Senti o garoto me empurrando pro lado, ele provavelmente devia estar dormindo. Por que eu tive que tropeçar ali? Tantos lugares pra mim caí e eu fui cai justo em cima de um pirralho. Droga! Agora eu to com dor de cabeça, árvore de merda. E ele também não ajuda, fica dormindo no chão, em baixo de uma árvore igual um mendigo.

Passei a mão na minha cabeça pra tenta faze parar de doer, não sei como minha mão vai ajuda, mas eu vou ter que dar um jeito pra ela para de doer. Tirei a mão da minha cabeça, minha atenção Ra agora no garoto. Ele era meio familiar pra mim, mas eu não me lembro muito bem onde eu o vi. Hmm... Ele talvez já tenha falado comigo ou algo do tipo. Fiquei observando ele e tentando me lembra de onde ele era, quando vi que ele era da Sonserina também. Então é por isso que ele era familiar. Mas eu acho que nunca falei com ele, e agora ele provavelmente vai me odiar pelo resto da vida, não que eu me importe com isso.


Tagged: Andrew Words: 1111 Credits: Ali @ Ab





Última edição por Kevin P. Evans em Qua Out 17, 2012 12:02 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

6 Re: How nice it would be em Ter Out 16, 2012 2:21 pm









'Cause this is deja vu
i know the things that u do




Assim que o garoto saiu de cima de mim, percebi que talvez ele tivesse batido a cabeça na árvore. Mesmo tentando gritar um “HAHA, BEM FEITO” na minha mente, eu conhecia aquela sensação, a final, eu dei de testa no chão quando eu tava no País das Maravilhas.

Ah droga, eu nunca vou esquecer daquele pesadelo! Que droga, eu tava de vestido! Parie um pouco e encarei o garoto, ele era da Sonserina pelo jeito. Mas eu jurava nunca ter visto a cara dele antes, de qualquer maneira.

Gritei e me levantei, fazendo um fiasco.

- Como assim você chega se jogando nos pobres garotos que dormem, carai?





some words for "kevin".


Thanks Anne Silva @ Ops


♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

andrew eliott turner

→ eliott turner ↔️ maknae ↔️ please, go fuck yourself ←
Ver perfil do usuário

7 Re: How nice it would be em Ter Out 16, 2012 2:47 pm






BEFORE THE DAWN

Minutos depois que ele me empurrou, ele se levantou e disse:

- Como assim você chega se jogando nos pobres garotos que dormem, carai?

Eu me jogando em cima dele?! Não foi bem assim, não é minha culpa se eu caí. A culpa é dele que fica dormindo pelos cantos. Me levantei, e eu sou bem mais alto que ele, e disse:

- Eu apenas caí, e não sou eu que fico dormindo pelos cantos como um mendigo.

Que garoto chato. Eu não sei o que ele tava pensando , mas eu acho que não será a ultima vez que eu vou falar com ele, ou brigar.


Tagged: Andrew Words: 1111 Credits: Ali @ Ab





Última edição por Kevin P. Evans em Qua Out 17, 2012 11:46 am, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

8 Re: How nice it would be em Ter Out 16, 2012 3:32 pm









'Cause this is deja vu
i know the things that u do




O garoto se levantou, e eu então percebi que ele era, talvez, um pouco mais alto que eu. Ah, pra quem eu quero mentir, ele era muito mais alto que eu. Maldito momento em que eu nasci baixinho! Vida de bosta!

- Eu apenas caí, e não sou eu que fico dormindo pelos cantos como um mendigo.
Mendigo? Filho duma puta! Como assim ele chega chamando as pessoas de mendigo? Ele com certeza é mais mendigo que eu!

- Mendigo? Mendigo é você, seu idiota!

E me virei, resolvendo que voltar para o castelo valia mais a pena que ficar gritando com o garoto.




some words for "kevin".


Thanks Anne Silva @ Ops


♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

andrew eliott turner

→ eliott turner ↔️ maknae ↔️ please, go fuck yourself ←
Ver perfil do usuário

9 Re: How nice it would be em Ter Out 16, 2012 6:35 pm






BEFORE THE DAWN

Droga, que pirralho mais nogento. Hoje, justo hoje que o dia estava tão bom e perfeito, e eu ainda estava super feliz, o que é difícil, aparece um pirralho nogento pra me incomodar. Quando eu ia dar um passo pra sair dali, ouvi ele dizendo, bem, dizendo não né, ele estava gritando:

- Mendigo? Mendigo é você, seu idiota!

Eu não sou um mendigo, se eu fosse um eu não teria não teriam me dado esse rostinho lindo e angelical, eu poderia até ser um anjo, ou até um... sei lá alguma coisa muito perfeita, porque eu sou perfeito. Mas um mendigo NÃO.

Vi e ele saindo dali, eu até pensei em dizer algo, mas não estou com cabeça pra continua a nossa briga sobre mendigos. Minha cabeça ainda doía muito, ou eu bati na árvore muito forte ou o garotinho nervoso fez eu fica assim. Mas eu realmente não vou me preocupa tanto com isso. É só uma dorzinha de cabeça comum. Fui andando até um banco e fiquei perdido nos meus lindos pensamentos.

Tagged: Andrew Words: 1111 Credits: Ali @ Ab



Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum